Navigation

O sexo vaginal pode levar a uma gravidez indesejada. Um método contra-ceptivo é aquele que evita a gravidez, mas no geral não protege contra a transmissão de doenças.

Preservativo

O preservativo é o único método que protege das doenças sexualmente transmissíveis. Todos os outros métodos nestas páginas evitam a gravidez, mas não protegem contra doenças.

Sexo Não Penetrativo

O sexo não penetrativo pode ser uma alternativa segura a uma relação arriscada numa situação em que se esqueceu do preservativo, por exemplo.

Pílula

A pílula é um método hormonal de controlo de gravidez. A mulher toma um comprimido diário (excepto durante uma semana por mês, dependendo do tipo de pípula).

A pílula pode ser obtida sem receita médica. No entanto, caso nunca tenha tomado, consulte o seu médico. Não só podem existir contra-indicações, como existem vários tipos de pílula. Somente discutindo com um médico é que encontra a pílula certa para si.

Pílula do Dia Seguinte

A pílula do dia seguinte é um medicamento que pode ser tomado até 72 horas depois de uma relação sexual (o nome dia seguinte não deve ser levado à letra) e que impede a gravidez de se concretizar.

A pílula do dia seguinte é um método de emergência. Em Portugal, pode ser obtida nas farmácias sem receita médica.

Outros Métodos

Existem outros métodos, menos usados, mas também eficazes, como o dispositivo intra-uterino (abreviado DIU), ou a aplicação de espermicidas locais (este método é menos seguro).

Métodos Pouco Seguros

Métodos baseados em contar os dias, que podem parecer atractivos porque são vendidos como naturais, não são muito fiáveis. Sobretudo mulheres mais novas podem ter ciclos de duração variável. E, em todas as mulheres, o stress ou uma mudança pode alterar-lhe o ciclo e estragar as contas.